Marie Curie

Marie Skłodowska Curie

Marie Sklodowska Curie nasceu a 7 de Novembro de 1867 em Varsóvia (Polónia), então dominada pelo Império Russo. Estudou em pequenas escolas da região e recebeu um nível básico de formação científica por seu pai, professor numa escola secundária. Ainda cedo foi obrigada a fugir de Varsóvia para a Cracóvia (Império da Áustria), após se ter envolvido numa organização juvenil que pretendia mudar a ciência. Em 1881, com a ajuda da irmã, mudou-se para Paris. Aí concluiria os seus estudos licenciando-se em Física e Matemática, na Sorbonne.

Em 1894 conheceu Pierre Curie, professor na Faculdade de Física, com quem no ano seguinte se casou. Em 1896 foi incentivada por Henri Becquerel a estudar as radiações emitidas por sais de urânio. Juntamente com o marido, Pierre Curie, estudou a possível existência de outros elementos, também eles radioactivos, presentes no mesmo minério: pechblenda.

Após vários anos de trabalho constante, isolaram dois novos elementos químicos. O primeiro foi nomeado polónio, em referência ao seu país nativo, e o outro rádio, devido à sua intensa radiação. Posteriormente, partindo de oito toneladas de pechblenda, obtiveram 1 g de sal de rádio. As designações: radioactivo e radioactividade devem-se igualmente ao casal.

Com Pierre Curie e Antoine Henri Becquerel, Marie recebeu o Nobel de Física de 1903, “em reconhecimento aos extraordinários resultados obtidos pelas suas investigações conjuntas sobre os fenómenos da radiação, descoberta por Henri Becquerel”. Foi a primeira mulher a receber este prémio.

Doutorou-se em Ciências em 1903, e após a morte de Pierre Curie em 1906, num acidente rodoviário, ocupou o seu lugar como professora de Física Geral na Faculdade de Ciências.

Em 1911 recebeu o Nobel de Química, «em reconhecimento pelos seus serviços para o avanço da Química, com a descoberta dos elementos rádio e polónio, o isolamento do rádio e o estudo da natureza dos compostos deste elemento». Com uma atitude generosa, não revelou o processo de isolamento do rádio, permitindo a investigação das propriedades deste elemento por toda a comunidade científica. Marie Curie foi a única pessoa a receber duas vezes o Prémio Nobel, em áreas científicas.

Depois da morte do marido, Marie teve um relacionamento amoroso com o físico Paul Langevin, que era casado, facto que resultou num escândalo jornalístico com referências xenófobas, devido à sua origem polaca.

Marie Curie morreu a 4 de Julho de 1934, perto de Salanches, França, em 1934, vítima de leucemia, devido à exposição maciça a radiações durante os seus trabalhos.

O elemento 96 da tabela periódica, o Cúrio (símbolo: Cm) foi baptizado em honra do Casal Curie.

One response to “Marie Curie

  1. oi meu nome e LUCIENE acho marie curie lindisima quero ser quando creser emqual a ela cer cientista de mão cheia.
    bbbjjjooosss!!!
    xxxaaauuu!!!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s